E vão 7!

images79425LQGAcho que já perceberam, o NCDL adoptou uma velocidade mais zen. Estar mais velho traz isso por arrasto, a vida ganha outra velocidade. Agora e mais do que nunca, ganha aqui espaço apenas e só aquilo que me diz algo e que eu quero dar uma divulgação, mesmo que depois ninguém passe por aqui para ler.

Mas hoje, este dia não pode passar em branco. Quero acreditar que ainda existem no grupo dos leitores mais fieis gente que embarcou nesta aventura das opiniões literárias há 7 anos atrás. Sim meus caros, o NCDL apareceu na plataforma Blogger há 7 anos! Ah! e ser mês de aniversário e “A Fórmula de Deus”, primeiro livro comentado, estar na “Operação Uniformização” é pura coincidência!

Nas últimas semanas, o número de fãs na página do Facebook tem aumentado em catadupa, ao ponto de já ultrapassar as 300 pessoas. Efeito Padura e Correntes? Efeito Carina Rissi? Alguém fez-me publicidade e eu nem me dei conta? Atenção, não estou a desdenhar o número. Agradeço a cada uma delas a oportunidade de dar a conhecer as minhas opiniões a quem as quiser ler.

Os agradecimentos vão também para os destinatários habituais. Os leitores mais antigos, os leitores que foram aparecendo ao longo dos anos, os leitores que chegaram ao NCDL agora. A quem lê e deixa comentário, a quem lê apenas.

Como tem sido habitual, volta a haver mudança no template. Depois de 2 anos de loucura, desta vez vou usar algo mais sério e minimalista. Usando da filosofia dos budistas, na vida é preciso equilíbrio.

E assim começa mais um ano de escritas. Novos livros, novos artigos, novas informações mas a mesma autora e o mesmo espírito de sempre.

4 pensamentos sobre “E vão 7!

  1. Isabel, eu juraria, a pés juntos, que ainda não há três meses que lhe dei os parabéns pelo sexto aniversário. Mas se anda a mexer no tempo sempre que lhe apetece, só tenho que me render à evidência e endereçar-lhe os parabéns, uma vez mais. Continue por aqui que eu vou ficando (embora mais idoso) contente por me endereçar a si, mesmo sabendo que a “batota” que faz com o tempo não passa de ficção. Parabéns e seja feliz, Isabel.

    • Muito obrigada pela sua presença sempre cativante e educativa, meu caro Armando.
      Como já lhe disse, é sempre um prazer chegar aqui e poder ler os seus comentários sempre pertinentes.
      O Armando, em conjunto com o blog, está de parabéns. Faz parte desta pequena família virtual que se vem juntando em redor destes livros e destas letras.
      Boas leituras🙂

      • Acompanho sempre o seu blog, ainda que, como será óbvio, nem sempre as mesmas leituras. Já sou só, ou quase, leitor de Alfarrabista, já me cansei dos autores de “excelência” quer portugueses, quer mesmo os que transportam o rótulo de “melhor romancista do século” (crítica do New York Herald Tribune, ou New York Times), que nascem todas as semanas às mãos cheias. Gosto de Ramalho, Júlio Dinis, Antero, Eça e Camilo quando estou bem disposto (para só falar nos portugueses) e pena tenho que este romancista que dá pelo nome de Camilo e que dominava as letras como nenhum outro, não se tivesse dado ao trabalho de escrever para todos, mas eram outros tempos e ele precisava de dinheiro e a mulher (a generalidade das mulheres, quero eu dizer) a sua maior leitora, que passava a vida em casa sem poder trabalhar, lia Camilo porque precisava de chorar e muito tempo e motivo tinha para isso, para lá do dia-a-dia feminino que não me parece muito colorido no séc. XIX.
        E, pronto, Isabel, um dia destes retorno aqui.
        Cumprimentos de amizade do Armando Sousa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s