Boneca de Luxo

image

Apesar do título ser um dos contos mais conhecidos de Capote, esta edição da Europa-América reúne 4 contos com lugares e personagens muito diferentes. Em “Uma Recordação de Natal” conta-se a história de dois amigos que, mesmo sendo de uma família de poucas posses faz sempre um esforço para manter vivos a chama e o espírito do Natal. Em “Uma Guitarra de Diamantes” entramos no mundo limitado de uma cadeia numa terra de ninguém onde as amizades entre prisioneiros são escassas e, por isso, intensas. Em “Casa de Flores” conta-se a história de Ottilie, uma menina que trocou de coração aberto a liberdade da vida na cidade onde tinha os homens a seus pés pelo amor de Royal e a vida numa casa na montanha forrada a buganvílias. E, por fim, o mais conhecido dos contos cujo filme valeu a Audrey Hepburn uma nomeação para os Óscares da Academia, “Boneca de Luxo”. Holly trocou a sua pacífica existência nas províncias do Texas por uma vida de pequenos luxos e comportamentos no mínimo questionáveis na cidade que nunca dorme, Nova Iorque.

Devo confessar que de cada vez que ouço o título “Breakfast at Tiffany’s”, a primeira coisa que me vem à cabeça é a música dos Deep Blue Something e não o livro ou o filme. Por isso, quando encontrei este volume na Feira do Livro da Póvoa de Varzim, decidi trazê-lo comigo e conhecer a “verdadeira versão” do título. No que toca a enredos, são histórias fáceis de seguir e que mostram com bastante sucesso ambientes de várias classes sociais diferentes. Em “Boneca de Luxo”, por exemplo, fica bem registado o ambiente de incerteza nos EUA provocada pela Segunda Guerra Mundial. As personagens estão bem construídas e representam também elas várias classes sociais diferentes, mas também épocas diferentes. Com tantos pontos positivos que acabo de enunciar, poderia achar-se que vou dar uma nota fantástica ao livro. Não vou! Está muito bem escrito, tem boas personagens mas não me agarrou. Não foi daqueles livros que me desse ânsias de lhe pegar a todo o momento para ler mais umas páginas. Fiquei com as personagens Holly de “Boneca de Luxo” e Ottilie de “Casa de Flores” na memória e pouco mais.

Classificação: 3/5

Os meus complexos não são suficientemente inferiores; supõe-se que ser uma estrela de cinema e ter um ego enorme são coisas que andam de mãos dadas; na realidade, é essencial não ter ego nennhum. Não quer dizer que eu me importasse de ser rica e famosa. Isso faz parte dos meus planos e, um dia destes, vou resolver-me a fazê-lo; mas, se isso acontecer, gostaria de ter o meu ego a acompanhar-me. Quero continuar a ser eu quando acordar uma bela manhã e tomar o pequeno almoço no Tiffany’s. ( in Boneca de Luxo)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s