De Profundis, Valsa Lenta

Em 1995, José Cardoso Pires sofre um Acidente Vascular Cerebral (AVC) que lhe afecta a área responsável pelas faculdades da fala, da escrita e da leitura. Os objectos banais passaram a ser elementos novos na sua vida, as pessoas deixaram de estar associadas a um nome, a memória pura e simplesmente era uma miragem assustadora. Até que numa manhã, na enfermaria do internamento de Neurologia, dá-se uma epifania e tudo que até então era sombra e desconhecido volta a ser de novo real. O Outro Eu desaparece para dar lugar definitivamente ao Eu, a Cardoso Pires na posse de todas as suas faculdades. Na carta-prefácio, o Dr. João Lobo Antunes explica que o facto de a zona cerebral afectada estar mais musculada que a do comum dos cidadãos terá sido a peça chave para o feliz desfecho da doença do escritor.
Por ser diferente daquilo a que Cardoso Pires habituou os seus leitores, já há algum tempo que queria ler este livro. Escrito num tom auto-biográfico, este é o relato de uma doença mas sem cair no exagero de ser um tratado científico. Nestas páginas está o seu ponto de vista como doente, de um homem que de um dia para o outro perde a memória das coisas simples da vida e que luta para recuperar esse pedaço importantíssimo da vida de cada um. E por não ser um tratado científico, as páginas fluem ao sabor da leitura, terminando-se a mesma num sopro. No entanto, esse sopro deixa as suas marcas, transmite a quem lê a angústia de quem se viu privado de uma fatia do seu ser. No fundo, um livro diferente mas interessante.
Classificação: 3/5
“Sem memória esvai-se o presente que simultaneamente já é passado morto. Perde-se a vida anterior. E a interior, bem entendido, porque sem referências do passado morrem os afectos e os laços sentimentais. E a noção do tempo que relaciona as imagens do passado e que lhes dá luz e o tom que as datam e as tornam significantes, também isso. Verdade, também isso se perde porque a memória, aprendi por mim, é indispensável para que o tempo não possa ser medido como sentido.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s