Crónicas de um peixe fora de água

Crónicas de um peixe fora de água reúne textos que o autor escreveu numa coluna do jornal Diário de Notícias. Sendo uma coluna de jornal, os temas das crónicas surgem em função tanto do momento político que atravessa o país, como do tema que o autor tinha na cabeça naquele momento. Por isso, num mesmo livro estão compilado textos sobre a Europa, a economia, a comida, o amor, a felicidade, a liberdade, a História, o futebol, o Google (imagine-se!) e dicotomias presentes na nossa sociedade como o optimismo/pessimismo ou o factor mérito/lealdade. Tudo apresentado numa escrita despretensiosa, de quem é convidado a discorrer sobre aquilo que bem entende com o simples propósito de transmitir algo aos leitores que passarem os olhos pelos seus textos.
Este foi um daqueles livros que foi para mim o verdadeiro tiro no escuro. Descobri-o no meio de muitos outros, no expositor de um alfarrabista na Feira do Livro da Póvoa de Varzim. O título era enigmático, a sinopse e os testemunhos agradara-me e a capa tinha o seu quê de engraçada. O que encontrei aqui foram muitas crónicas onde disse a mim mesma “Eu não teria dito melhor”. A prova disso é a quantidade insana de excertos de texto que eu marquei. Apesar do afirmado amadorismo do autor no mundo da escrita (Miguel Poiares Maduro é um reputado jurista), toda a escrita é clara, pacífica mas ao mesmo tempo tem o propósito de abalar as mentes. De todas as crónicas, confesso que aquelas que foram lidas mais na diagonal foram as que tratavam de assuntos mais ligados à economia ou a temas maioritariamente políticos. É que mesmo tratados de uma forma despreocupada, continuam a ser chatos para quem é leigo na matéria.
Classificação: 4/5
“Na verdade, a arte da política é apresentar os erros como alterações das circunstâncias. Na economia, uma falência fraudulenta passa impune mas um negócio arriscado é “o fim do artista”. No amor, onde a infidelidade é socialmente tolerada (não é um erro, é um traço de personalidade…), os erros pagam-se caros (“Casou com a pessoa errada!”).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s