Rescaldo do Desafio Lusofonia 2010

Terminada a última leitura do desafio a que me propus, é hora de fazer um pequeno balanço do mesmo.
Foi um ano muito interessante, atrevo-me mesmo a dizer divertido. Foram poucas a desilusões que tive, prova disso são os poucos livros que receberam nota 2 (5 no total). Os restantes foram uma mistura mais ou menos harmoniosa de livros medianos, bons e muito bons.
Descobri vários autores que me agradaram bastante (Miguel Torga e Pepetela, por exemplo) e outros autores lidos revelaram-se autênticos fiascos (Miguel Esteves Cardoso). Bani de vez autores (Lídia Jorge e Almeida Garrett) e desapontei-me com outra (Clarice Lispector).
Li 42 autores diferentes, sendo os “campeões” de leituras com mais livros lidos Jorge Amado, Miguel Torga, Eça de Queirós e José Eduardo Agualusa, com 3 livros lidos de cada um deles. De todos os restantes autores li 1 ou 2 livros de cada.
No total li 58 livros, o que resulta em 13 092 páginas. Entrando por cálculos matemáticos, isto significa que foram lidos em média  4,8 livros por mês e 35, 86 páginas por dia.
Como este foi um desafio lusófono, achei interessante fazer uma contagem de livros por país. Olhando para a lista, percebe-se claramente que Portugal ganhou este “campeonato”, com 33 dos 58 livros lidos. Em segundo lugar ficou o Brasil, com 12 livros, seguido de Angola com 6 livros. Segue-se Moçambique com 3 livros e empatados com 1 livro cada ficou Cabo Verde, Guiné Bissau e Timor Leste. O único país que não teve qualquer livro lido foi S. Tomé e Príncipe.
Concluindo este meu rescaldo, percebo que este desafio só me enriqueceu no sentido de ter aberto portas a outros autores e também serviu para mostrar um pouco à opinião geral que é possível ocupar um ano inteiro a ler em português e que isso não é maçada nenhuma. Será que esta minha tomada de posição fez eco em outros bloggers para fazer o mesmo? O tempo o dirá, mas espero que sim.
De minha parte, desejo um feliz 2011 a todos os leitores e seguidores do Na Companhia dos Livros e que seja um ano de muitas e boas leituras🙂

2 pensamentos sobre “Rescaldo do Desafio Lusofonia 2010

  1. 2010 foi um ano bastante diversificado e rico em leituras. Por norma faço sempre o equilíbrio entre uns e outros, tanto que li 47 lusófonos e 55 estrangeiros. E muitas das tuas opiniões foram as “culpadas” por ter explorado mais autores lusófonos e não só os mesmos que tanto aprecio.😉 Foi um grande desafio o teu! Parabéns e obrigada pela partilha.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s