O Vestido Cor de Fogo

Ao longo da sua carreira literária, José Régio notabilizou-se em diversas áreas, entre as quais a poesia, o teatro, o ensaío ou o romance. Esta compilação de textos feita para a edição dos Livros RTP mostra um outro lado de Régio, o de contador de histórias. Os contos reunidos nesta edição fazem parte de duas obras do autor, Histórias de Mulheres e Há mais mundos, sendo as únicas excepções os contos Caminho e Anedota de Gaiatos, dados à estampa em outras publicações. São textos com os mais variados temas, desde lendas, passando por contos de origem medieval ou memórias de infância do próprio autor.
Se no ano passado debrucei-me sobre a poesia desde autor vilacondense, este ano proporcionou-se que tivesse a oportunidade de me debruçar sobre a sua prosa. E verdade seja dita, gosto mais da poesia que da prosa. Os textos em si não são maus, têm um fio condutor coerente, o enredo é interessante, mas há algo nos textos que não prende o leitor às páginas. Falta-lhe algo que não consigo explicar o que seja. No entanto, houve dois textos em particular que tive um prazer especial em ler, Maria do Ahú e Anedota de Gaiatos. Régio trouxe para o papel memórias daquela que é a sua e minha cidade, referência de locais que conheço ou já ouvi falar, gerando uma natural empatia em relação aos mesmos.
Classificação: 3/5
“Suponhamos. Mas não é a ironia expressão duma forma de conhecimento? Não nos permite a ironia aceitarmos realidades contraditórias, darmos aparência de verdade a verdades que, sem ela, os outros nem sequem ouviriam?”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s