Boca do Inferno

Passada em Salvador da Bahia, cidade de desmandos e devassidão, o enredo desta história recria uma época turbulenta centrada na feroz luta pelo poder entre o governador António de Souza de Menezes, o temível Braço de Prata, e a facção liderada por Bernardo Vieira Ravasco, da qual faziam parte o padre António Vieira e o poeta Gregório de Matos, conhecido como Boca do Inferno pelas suas crónicas mordazes e hábitos condenáveis. O assassinato do alcaide-mor, Francisco de Teles de Meneses é um mero pretexto para dividir em dois a sociedade baiana da época entre perseguidores e perseguidos.
Confesso que esta não foi a melhor altura para ler este livro e captar todo o seu potencial. As pausas entre leituras foram longas e com o avançar da mesma, a leitura tornou-se mais uma obrigação para terminar do que o prazer que a leitura deve trazer a qualquer leitor. No entanto, seria injusto não frisar as potencialidades que encontrei nesta obra. Uma delas é a época histórica, onde é retratada uma época onde a colonização do Brasil já está bastante adiantada. Outra é o facto de estarem presentes algumas personagens conhecidas dos portugueses, como o Pe. António Vieira, autor do “Sermão de Sto. António aos Peixes”, entre outras obras. Por fim, os diversos tipos de linguagem utilizadas que por si só permitem uma diferenciação na classe social das diversas personagens envolvidas. É um livro a explorar quando outra oportunidade se propiciar.
Classificação: 3/5
” – Não, Teles. Tampouco confio nos desembargadores. Como controlar a atuação deles dentro do Tribunal? Os juízes estão interessados nos Conselhos Reais, o Brasil é apenas um degrau em suas carreias, tanto faz estar hoje de um lado, amanhã de outro, desde que os leve aonde querem chegar. Os pilares da promoção e da recompensa são a antigüidade, o mérito e o precedente, além, é claro, o apadrinhamento. O mérito significa apenas que os desembargadores não devem criar muitas divergências.”

Um pensamento sobre “Boca do Inferno

  1. Ler é o alimento mais saudável e completo para o deleite da alma. Através da leitura os horizontes se ampliam, os sonhos se intensificam e passamos de uma atitude passiva na vida a olhares críticos e observadores do mundo que nos cerca. Parabéns por esse blog dedicado aos livros, em especial congratulo-me com você por ler, resenhar, criticar e indicar boas obras.

    Abraços poéticos de Gilbamar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s