O Velho de Lia Romances de Amor

Numa pequena aldeia perdida na selva amazónica, um animal selvagem começa a matar locais e garimpeiros. Graças aos seus conhecimentos da floresta aprendidos com os índios xuar, António Bolívar é chamado para dar caça ao animal e anular o perigo que o mesmo representava.
Sepúlveda tem na sua escrita algo de diferente. Apesar de em algumas passagens, a sua linguagem é mais terra-a-terra, noutras as descrições enchem a narrativa de beleza que só um ambiente exótico consegue transmitir. É sem dúvida um excelente autor que merece ser seguido.
Classificação: 4/5
“Lia lentamente, juntando as sílabas, murmurando-as a meia voz como se as saboreasse, e, quando tinha a palavra inteira dominada, repetia-a de uma vez só. Depois fazia o mesmo com a frase inteira, e dessa maneira se apropriava dos sentimentos e ideias plasmados nas páginas.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s