Emmanuelle

Emmanuelle casou muito nova com Jean. Depois de um ano a viver sozinha em Paris, esta junta-se a ele em Bangkok. A sua estadia revela-se um turbilhão de novas sensações, onde a personagem principal procura viver a sua sexualidade de um modo total, sem tabus nem pudores.
Este é o primeiro livro que leio daqueles que estão dentro da classificação de literatura erótica. Apesar de em alguns momentos, o livro ser um pouco chato graças à constante exposição de teorias filosóficas relacionadas com o erotismo, as cenas eróticas mais explicitas fazem jus às cenas mostradas no filme com o mesmo nome.
Classificação: 3/5

“- Conhece a exclamação de Goethe: “Pára, instante: como és belo!”Porém, desde que o instante se imobiliza, acaba a sua beleza! Assim que se tenta eternizar a beleza, a beleza morre. O que é belo não é o que está nu, mas o que se despe. Não é o som do riso, mas a gargalhada que ri. Não é o traço sobre o papel, mas o momento em que se rasga o coração do artista.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s