O Cavaleiro Inexistente

Narrada pela pena da Soror Teodora, que mais tarde se vem a revelar ser outra pessoa, esta história conta os destinos de diversas personagens no contexto das batalhas do exército franco comandado por Carlos Magno. Dentro destas personagens contam-se Agilulfo, o cavaleiro da imaculada armadura branca que não existe; Gurdulú, uma personagem algo desconcertante; Rambaldo, que entra na batalha para vingar a morte do pai; e Bradamante, uma guerreira que defende a perfeição nas artes da guerra.
Neste terceiro volume da trilogia Os Nossos Antepassados já se nota bem a mistura entre a realidade e o imaginário. Ter como personagem principal um cavaleiro que não existe já é um prenúncio de situações estranhas e completamente irrealistas. Algumas das situações provocaram-me algumas gargalhadas de tão inusitadas e inesperadas que eram.
Classificação: 4/5

“- Maravilhoso! Este súbdito existe, mas não sabe que existe e aquele meu paladino que sabe que existe, mas que não existe. Faziam um belo par, digo-vo-lo eu.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s