Harry Potter e a Pedra Filosofal

JK Rowling1

Durante 11 anos da sua vida, Harry Potter era apenas o sobrinho indesejado dos Dursleys. Obrigado a fazer todo o tipo de tarefas, nunca recebia presentes, era sempre preterido em relação ao primo Dudley e nunca soube o que aconteceu aos pais. Até que no dia do seu aniversário a verdade vem ao de cima. Harry Potter é filho de feiticeiros e tem entrada assegurada na Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts. Depressa percebe que é famoso pois é  o responsável pelo desaparecimento de Lord Voldemort, o Senhor do Mal. A sua vida, a partir de então, começa a encher-se de corujas que levam o correio, jogos de Quidditch, caldeirões, poções e encantamentos de todos os tipos.

Não há como contornar a questão, a saga de JK Rowling marcou toda uma geração. Por causa dela, os trajes académicos do Porto ou a famosa escadaria da Livraria Lello passaram a ser olhados com outros olhos. Neste primeiro livro da saga a leitura é rápida, já que os acontecimentos vão sucedendo-se em catadupa. A torrente de informação que a autora apresenta torna-se um mal necessário de maneira a que os leitores percebam este novo universo que têem diante dos olhos. A nível de personagens, estas estão ainda muito cruas e pouco definidas. Neste caso parece que a maturidade das personagens se coaduna completamente com a sua idade. De referir também que a tradução aparece a espaços pouco natural no discurso, podendo encontrar-se algumas expressões mais usadas no Português falado no Brasil como “fazer uma mágica”. Concluindo, este é um início prometedor e agradável de uma saga mítica.

Classificação: 3/5

– E DEPOIS? – gritou Harry. – Será que vocês não compreendem? Se o Snape chegar à pedra é o regresso do Voldemort! Não ouviram falar de como eram as coisas quando ele estava a tentar tomar o poder? Vai deixar de existir Hogwarts para expulsar quem quer que seja. Ele acaba imediatamente com isto ou então transforma-a numa escola de magia negra! Perder pontos deixou de ter importância, não vêem? Acham que ele vos deixará em paz, a vocês e às vossas famílias, se os Gryffindor ganharem a taça? Se eu for apanhado antes de chegar à pedra, o que vai acontecer-me é ter de voltar para casa dos Dursleys e esperar que o Voldemort vá lá procurar-me. Trata-se de morrer um pouco mais tarde porque eu nunca passarei para o lado das trevas! Vou pelo alçapão esta noite e nada do que vocês possam dizer me fará mudar de ideias. O Voldemort matou os meus pais, não sei se se lembram!

Opinião re-escrita a 5-Jul-2013

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s