Frankenstein

Habitualmente quando se fala em Frankenstein, a imagem que toda a gente tem é a de um monstro verde, horrendo e grotesco. Na realidade, essa associação de ideias não poderia estar mais longe da realidade.
R. Walton é um navegador que decide alugar um barco e a respectiva tripulação no sentido de efectuar uma expedição por território a Norte do Planeta. Já rodeado de gelo, avistam um trenó puxado por cães e conduzido por um homem aparentando uma enorme debilidade física. Em troca da amabilidade do salvamento, o homem, Victor Frankenstein, contou a Walton a sua terrível história. Os estudos, passando pela criação e renegação da sua criatura, pela morte de vários entes-queridos e pela procura de vingança face à monstruosa criatura que o próprio criou.
Classificação: 4/5

“If the multitude of mankind knew my existence, they would do as you do, and arm themselves for my destruction. Shall I not then hate who abhor me? I will keep no terms with my enemies. I am miserable, and they slall share my wretchdness.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s