A Relíquia

Teodorico Raposo é sobrinho de D. Patrocínio das Neves, uma rica e devota senhora. Ao perceber que a tia está disposta a deixar todos os seus bens a padres e igrejas, faz por se tornar devoto também, mais santo que os próprios santos. Quando a tia lhe encomenda uma viagem à Terra Santa, Teodorico vê nessa viagem a hipótese de finalmente deitar mão à tão desejada herança. Se aos olhos da tia a viagem do sobrinho estava a ser santa e piedosa, para Teodorico era hipótese de luxos e prazeres. No regresso de Alexandria, Teodorico traz consigo 2 pacotes idênticos, um com uma santa relíquia para a tia, o outro com a prova dos prazeres que viveu. O que Teodorico não esperava é que na chegada a Lisboa, o pacote que trazia era o errado.
Classificação: 5/5
“Logo da entrada das Duas Irmãs avistei a ermidinha virginal, dormindo castamente sob os plátanos, ao rumor meigo da água. Mas o amantíssimo patriarca S. José estava certamente, a essa hora, ocupado em receber jaculatórias mais instantes e evoladas de lábios mais nobres: não quis importunar o bondosíssimo santo – e parei diante da mão de pau, pintada de roxo, que pareia estar ali esperando, a longada e aberta, para empolgar o meu coração.”

Um pensamento sobre “A Relíquia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s